Atendimento via Whatsapp

Toque para acessar

Cursos e Tratamentos de Apometria

Reflexão: É fácil recriminar, mas...

Reflexão - É fácil recriminar, mas...

Será que somos diferentes? Será que somos tão maravilhosamente perfeitos a ponto de só enxergarmos problemas nos outros? Será que somos realmente honestos ou é pura hipocrisia, simples aparência?

Eu estava conversando com uma amiga francesa sobre o fato de muitas pessoas viverem reprovando outras, como se elas próprias não tivessem defeitos, como se elas não cometessem atos igualmente reprováveis. Então, essa amiga citou frase de La Rochefoucauld: “Si nous n’avions pas tant de défauts, nous ne prendrions pas tant de plaisir à en remarquer chez les autres.”- tradução: “Se não tivéssemos tantos defeitos, não teríamos tanto prazer em observar os dos outros”.

A conversa fluiu. Despedimo-nos. Deitei para dormir. E aquela frase não me saía da mente. Lembrei que lera num livro outra frase dele: “Deploramos com facilidade os defeitos alheios, mas raramente nos servimos deles para corrigir os nossos.” Continuei pensando com meus botões e lembrei em uma outra frase, essa agora de Frei Damião: “Antes de clamar contra a maldade dos tempos e dos homens, examinas se estás sendo a luz que deves ser.”

À mente veio, de repente, lembrança da época de colégio, quando um dos padres citou Mateus, da Bíblia Sagrada, dizendo que geralmente vemos o argueiro no olho do irmão, mas não a trave no nosso.

Corpo e mente já cansados, clamando por merecido descanso. Viro para o lado no intuito de apagar a “meia-luz” da luminária, que me faz relaxar e permite à deusa do sono me entregar. Vejo então meu livro constante de cabeceira, o Evangelho Segundo o Espiritismo. Nele encontro: “Um dos defeitos da humanidade é ver o mal de outrem antes de ver o que está em nós. Para se julgar a si mesmo, seria preciso poder se olhar num espelho, transportar-se, de alguma sorte, para fora de si e se considerar como outra pessoa, em se perguntando: Que pensaria eu se visse alguém fazendo o que faço?”

Tantas reflexões. Mas a cama me chama, a deusa do sono me abraça e eu já não penso em mais nada. Adormeço apenas com a certeza: se quisermos corrigir os defeitos do mundo, devemos começar corrigindo os nossos, como diria aquele Frei, examinando se estamos sendo a luz que devemos ser.

Cirilo Veloso Moraes

Fale Conosco

Compartilhe nas redes sociais