Atendimento via Whatsapp

Toque para acessar

Cursos e Tratamentos de Apometria

A Dinmica dos Fluidos no Relacionamento

Uma das mais importantes informações oferecidas pelos espíritos da codificação foi a existência do Fluido Cósmico e a sua reação aos nossos pensamentos. A partir de então, compreendemos a extensão da Lei de Causa e Efeito, e que não respondemos apenas pelas nossas ações no mundo material, mas também pelos nossos bons ou maus pensamentos. Por isso mesmo aprendemos a desenvolver os pensamentos de amor e combater os pensamentos de ódio, dinamizando os fluidos de maneira salutar.

Um livro que fala muito bem da dinâmica dos fluidos nas relações de amor e ódio e que eu indico chama-se "Mãos de Luz", de Barbara Ann Brennan. Não é espírita, mas em nada contradiz a doutrina. Ele ilustra os cordões fluídicos que ligam as pessoas, realizando trocas de energia. Revela que a dificuldade em romper relações em muito se deve ao fato de ser difícil romper estes cordões, que são extensões do perispírito (a autora chama de Campo da Energia Humana). Cortar um relacionamento é, portanto, quase um corte cirúrgico... E o interessante é que mesmo quando são relações de ódio, há cordões ligando as pessoas. Imaginem o tipo de energia que elas transmitem uma para a outra, através dos pensamentos carregados de agressividade! Mas se uma tem energia positiva, anula a negativa!

A energia trocada nas relações através dos pensamentos também afeta os chakras ou centros de força, que são vórtices rodopiantes em nosso corpo espiritual que a distribuem por todo o organismo. Se é uma energia perniciosa, movida pelo egoísmo, pelo orgulho, prejudica os chakras perispirituais e, futuramente, devido a reincidência desequilibrante de cargas negativas, gera doenças no corpo físico. Por isso concordamos, no Espiritismo, que as chamadas relações de paixão devem ser bem controladas. Unir-se a uma pessoa pensando unicamente em realizar os próprios desejos, os impulsos sexuais, não é amor, é egoísmo, e consequentemente não faz circular boa energia.

Com base nestas revelações do plano invisível, concluímos o quanto é bom a gente exercitar o autocontrole na dinâmica dos fluidos, pensando e vigiando os pensamentos antes de agir. Se comparássemos a troca fluídica com a doação de sangue (fluido da vida carnal, fundamental para a vida), teríamos que: Do mesmo modo que o sangue deve ser examinado para o sucesso da doação, os fluidos devem ser examinados para o sucesso da relação.

Portanto, examinemos o que motiva nossas uniões, nossos namoros, nossos casamentos, nossas amizades. Trabalhemos para que sejam motivados pelo desejo sincero do bem. Com certeza, assim, a troca fluídica será sempre benéfica. E cuidado com a impulsividade da paixão! É como uma doação de sangue descontrolada, sem cuidado e perigosa.

Fonte: Site ABRADE - http://www.abrade.com.br

Fale Conosco

Compartilhe nas redes sociais